Dezenas de cães são mortos para reduzir número de animais nas ruas

113

Caçados, estendidos na estrada e jogados em uma pilha de lixo. Essa foi a ação realizada no Paquistão para reduzir o número de animais abandonados nas ruas de Karachi.

toppA cidade paquistanesa começou um assassinato em massa dos cães de rua depois que as autoridades ficaram alarmadas com o número crescente de animais. Trabalhadores municipais foram vistos estendendo os corpos dos animais na estrada. Eles foram, então, jogados em um caminhão de lixo.

O aumento do número de cães “indesejados” em Karachi levou as autoridades da cidade a agirem dessa forma e até mesmo lançarem uma campanha de morte. A campanha radical segue um esquema semelhante em Lahore, onde os cães são assassinados, a fim de manter os cidadãos a salvo de incidentes de mordidas e doenças.

O Paquistão é um dos vários países onde a raiva é uma doença mortal. A doença afeta o sistema nervoso central e pode provocar graves sintomas.

Eles acrescentam que o assassinato por si só não vai eliminar a ameaça de raiva, pois não há nenhuma evidência sugerida que reduz a propagação da doença com a eliminação do animal.

Os cachorros são considerados impuros no islamismo e existe até um projeto de lei que pretende punir quem for visto passeando com um cão em público. CONHEÇA O ABRIGO DE CÃES NO IRÃO QUE LUTA CONTRA ESSE TABU RELIGIOSO

No ano passado, as autoridades da Rússia foram criticadas após a cidade de Sochi contratar uma empresa privada para matar cães antes do Jogos Olímpicos de Inverno.

A empresa disse ter sido encarregada de usar veneno e armadilhas para matar os cães antes de turistas e competidores aparecerem para a cerimônia de abertura dos Jogos. O problema de cães abandonados na Rússia resulta de décadas, fruto de tutores sem condições de cuidar dos animais.

CONFIRA TAMBÉM:

A terrível vida de um cão de rua

Romênia autoriza a  matança para cães abandonados

China enterra cães vivos

25

ANDA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *